Câmeras térmicas são soluções para hospitais

camera termica

Câmeras térmicas são soluções para hospitais

Neste cenário atual de pandemia o monitoramento nos ambientes públicos e privados virou mais do que um processo necessário para a segurança e as câmeras térmicas são utilizadas também para evitar aglomerações e gerar alertas sobre o uso de máscara e pessoas com febre.

Leia também: Equipamentos médicos: 6 dicas para uma boa negociação

Clínicas, laboratórios e hospitais têm agora uma solução que permite automatizar o controle dentro desses ambientes, substituindo processos manuais, lentos e custosos, como a medição com termômetro clínico, que além de exigir a exposição de um funcionário, pode causar algum constrangimento ao usuário, por um processo de triagem totalmente digital, inteligente e seguro.

As câmeras termográficas, como são chamadas, detectam a temperatura na superfície da pele da pessoa, tornando-se uma solução rápida e eficaz para medir a temperatura e identificar o uso de máscara sem a necessidade do contato físico ou aproximação de qualquer dispositivo ou ainda parar o fluxo de pessoas em circulação a todo instante.

O principal benefício das câmeras térmicas é um ambiente mais controlado e mais seguro para todos aqueles que estão circulando ali, sejam médicos, funcionários, pacientes, acompanhantes ou fornecedores.

A tecnologia do produto realiza detecção inteligente para reduzir alarmes falsos de outras fontes de calor, focando ainda na precisão das informações coletadas. Além disso, a solução de câmeras termográficas são de fácil instalação e operação e podem ser integradas ao sistema de segurança e monitoramento já em funcionamento no ambiente.

Empresa de Engenharia Clínica: por que contratar?

Além das câmeras com essa tecnologia, outra opção de dispositivo são os tablets. conhecidos também com terminais biométricos. Eles carregam a mesma tecnologia e podem ser instalados em locais estratégicos para não apenas medir a temperatura corporal e identificar o uso ou não de máscaras de proteção, mas também para fazer o controle de acesso, atualmente realizado, na maioria das vezes, por meio de crachá ou biometria. Nenhum desses dois processos são seguros neste momento, pois exigem contato físico ou aproximação. Com os tablets é possível oferecer ainda mais segurança dentro desse cenário atual.

Totem para acesso com Reconhecimento Facial e/ou leitora biométrica e Video Porteiro. Fonte: WDC Networks

Essa solução, representada pela WDC Networks, possibilita a união de todos esses equipamentos e tecnologias necessários para a implementação do serviço. Outro benefício para os hospitais, clínicas e laboratórios refere-se ao modelo de contratação que é oferecido, chamado de TaaS (Tecnologia as a Service). Ele permite flexibilidade nos contratos, redução de custos e pode ser rapidamente atualizado de acordo com o que há de mais inovador no mercado.

FONTE: WDC Networks

Related posts

Leave a Reply